Motivação em sala de aula: aprendizagem baseada em problemas

Se você for professor já deve ter se deparado com algum questionamento do tipo: “Professor, por que eu preciso aprender isso?”. E é bem provável que todo estudante já tenha, pelo menos, pensado qual a finalidade de determinado conhecimento.

Com base nisso, a aprendizagem baseada em problemas (ABP ou PBL – Problem-based learning, em inglês) apresenta uma forma de estimular os estudantes ao longo de seu processo de aprendizagem.

A ABP tem como base a utilização de problemas como ponto de partida para a integração de novos conhecimentos. Dessa forma, o estudante assume uma posição de protagonista, enquanto o professor se coloca como um facilitador desse processo.

A aprendizagem baseada em problemas

Considerada uma metodologia ativa, a aprendizagem baseada em problemas foca na construção do conhecimento. Com isso, a ABP é uma forma de tornar significativa a aprendizagem, e então, é possível interagir constantemente com o professor, que atua como um mediador.

Assim, os problemas são o ponto de partida para a aprendizagem e a resolução deles é o meio pelo qual os estudantes desenvolverão suas habilidades. Ou seja, a ABP é uma forma de instigar os estudantes a buscar o conhecimento, por meio da investigação e de indagações.

A ABP é uma metodologia que trabalha a motivação e a curiosidade durante a construção do conhecimento, sendo, portanto, uma metodologia que visa o aprender a aprender.

A ideia é que os estudantes confrontem problemas de modo que ao longo de sua resolução o professor vá trazendo os assuntos curriculares que são propostos.

Vantagens de usá-la

De acordo com um estudo feito na Universidade Federal do Paraná, a ABP permite que os estudantes encontrem seu próprio ritmo de estudo e aprendam os conteúdos de acordo com as suas necessidades.

Ainda, foi possível notar maior comprometimento, engajamento, compreensão e assimilação dos conteúdos, além de possibilitar o desenvolvimento da autonomia de cada estudante.

Como aplicar essa metodologia?

A aplicação dessa metodologia é realizada tanto no momento de interação, quanto fora da sala de aula, em que o estudante busca por conta própria resolver o problema.

É importante ter em mente que o foco da ABP é que:

A Gaia utiliza a aprendizagem baseada em problemas na educação básica para que as crianças e os jovens possam realizar projetos personalizados e adquiram autonomia ao longo de sua jornada.

Quem tem acesso à robótica na sua escola?

A Gaia tem a missão de levar robótica de forma sustentável e acessível para o maior número de pessoas.

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *