Desigualdade social: o valor da robótica educacional como aliada

Medicina remota, robôs baristas e carros autônomos estão cada vez mais presentes na Coreia do Sul e não vai demorar até que essas tecnologias se popularizem no mundo todo. Muitas áreas de trabalho indicam como o uso da robótica torna as atividades mais baratas, rápidas e seguras.

Um estudo realizado em 2017 aponta que a Quarta Revolução Industrial, apesar de apresentar grandes perspectivas de avanços tecnológicos, tem um grande potencial de aumentar a desigualdade social.

A necessidade de retreinar a população beneficiará quem tem recursos para realizar essa adaptação, em contrapartida, os trabalhadores com menos recursos serão mais atingidos na busca por novas habilidades. A distância entre pessoas qualificadas e não-qualificadas aumentará significativamente como é retratado no livro “The Fourth Industrial Revolution”, de Klaus Schwab.

Tendo isso em mente, nota-se que há uma urgência de preparar os futuros trabalhadores menos favorecidos financeiramente para que eles tenham oportunidades no mercado de trabalho. Dessa forma, é preciso atuar na qualificação dessas pessoas para empregos tecnológicos, mas antes despertar seu interesse por essas áreas.

A robótica educacional

Também conhecida como robótica pedagógica, a robótica educacional está cada vez mais presente nas escolas. Trata-se de uma metodologia multidisciplinar que pode facilitar a aprendizagem, se utilizada como aliada do ensino.

A robótica educacional ou pedagógica caracteriza ambientes de aprendizagem que reúnem materiais recicláveis ou kits compostos por materiais diversos, como motores e sensores programáveis, controláveis por computador e softwares.

Os objetivos da robótica educacional podem ser pautados em estabelecer modelos ou em confeccionar projetos livres para desenvolver o raciocínio lógico, habilidades manuais e estéticas, relações interpessoais e intrapessoais, utilização de conceitos aprendidos em diversas áreas do conhecimento, e seu uso estimula o pensamento lógico, crítico e a capacidade de resolver problemas. 

Assim, busca-se trabalhar questões como: construção de maquetes que usem lâmpadas, motores e sensores, trabalho com conceitos de desenho, física, álgebra e geometria, conhecimento e aplicação de princípios de eletrônica digital, construção ou adaptação de elementos dinâmicos, como engrenagens, redutores de velocidade de motores, entre outros.

O impacto dessa metodologia atualmente

De acordo com o coordenador do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE), da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Rafael herdy, em Belém, após a utilização da robótica educacional, algumas escolas zeraram os casos de evasão, como o aconteceu com a Tiradentes I, que foi umas das pioneiras a implementar a robótica educacional para estudates do 5º a 7º ano.

Esse contato durante o período da infância com tecnologias atreladas à robótica é fundamental para despertar o interesse das crianças em tais áreas, e de acordo com a psicóloga Roberta Pacheco Leão, o contato com atividades ao longo da infância aumenta a influência na escolha do que farão no futuro. 

Perspectivas para o futuro

Tendo em vista a tecnologia cada vez mais presente no cotidiano das pessoas, entende-se que desenvolver habilidades tecnológicas durante a infância é um caminho para facilitar a escolha da profissão a se seguir no futuro.

Em resumo, os principais pontos sobre o uso da robótica educacional na infância:

É por isso que a Gaia propõe o ensino acessível de robótica na educação básica, para que as crianças e os jovens se familiarizem e vejam a tecnologia como aliada, e assim encontrem oportunidades de emprego de maneira mais igualitária.

Quem tem acesso à robótica na sua escola?

A Gaia tem a missão de levar robótica de forma sustentável e acessível para o maior número de pessoas.

Mais informações:

Utilização da robótica na educação: http://www.tise.cl/volumen10/TISE2014/tise2014_submission_300.pdf

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *