A escola e o futuro do trabalho

O trabalho como existe hoje não existirá mais. De acordo com relatório do encontro anual do Fórum Econômico Mundial de 2020, na medida em que os trabalhos são transformados pela Quarta Revolução Industrial, será necessário retreinar (reskill) mais de 1 bilhão de pessoas até 2030.

Nos próximos dois anos, até 2022, 42% das habilidades-chave (core skills) exigidas para os trabalhos de hoje devem ser alteradas.

Além de habilidades de alta tecnologia, habilidades de relacionamento interpessoal estarão em alta, especialmente em relação a vendas, recursos humanos, saúde e educação. O mundo está vivendo uma emergência em retreinamento.

O relatório do encontro anual do Fórum Econômico Mundial de 2019 indicou que já se vive uma era de muitos robôs e muito trabalho disponível.

Apesar de o número de robôs ocupando posições de trabalho atingir cada vez mais recordes, é importante entender que o nível de desemprego global em 2018 chegou a cair para 5,2%, que é o menor nível em 38 anos. Dessa forma, alta tecnologia e empregabilidade não precisam ser, necessariamente, mutuamente exclusivas.

O cenário atual

Os carros autônomos já são uma realidade. A alta competitividade entre grandes empresas fomenta o avanço dessa tecnologia que está em fase de teste.  

De acordo com dados de 2020 da Uber, só no Brasil há 1 milhão de motoristas e entregadores que trabalham com o aplicativo. Esse é o número correspondente de pessoas que serão diretamente impactadas com a futura implementação de uma tecnologia que dispensa a condução humana.

Outros avanços são demostrados pela Boston Dynamics, uma empresa de engenharia robótica que produz robôs qualificados para realizar atividades humanas de maneira autônoma, como entregas, inspeção de lugares, entre outras.

Além disso, cada vez mais surgem notícias que relatam, por exemplo, o fato de a Inteligência artificial ser capaz de compor músicas, criar trailers de filme de terror e compor roteiro de curta-metragens. Contudo, é importante ressaltar que essas atividades requerem acompanhamento constante de seres humanos.

A área de atuação humana

De acordo com o encontro anual do Fórum Econômico Mundial de 2020, entre os anos 2020 e 2022, a humanidade conhecerá cerca de 133 milhões de empregos, que serão criados de acordo com a demanda da Quarta Revolução Industrial. Dessa forma, entende-se que milhões de trabalhadores precisarão ser retreinados, enquanto a nova geração terá que se preparar para trabalhos que ainda não existem.

Enquanto áreas de administração, construção e manutenção diminuirão sua demanda por profissionais, as áreas de negócios, computação, engenharia e educação aumentarão sua necessidade por especialistas.

E os impactos da mudança do trabalho já são sentidos, principalmente computação em nuvem, big data, tecnologias para fontes alternativas de energia, internet das coisas, robótica, inteligência artificial e impressão 3D. Essas são as áreas ligadas à necessidade de retreinamento ou qualificação que torna a adoção de novas tecnologias necessária.

Quais são os caminhos para o futuro?

Tendo em vista essa questão, entende-se a urgência -e o desafio- de retreinar ou qualificar as pessoas para o mercado de trabalho. Ao mesmo tempo, é importante preparar a atual geração para esse cenário. É nesse ponto que entra a educação, uma ferramenta imprescindível para preparar a população para essas circunstâncias.

A partir disso, são pontuadas algumas questões, tais como:

  •   Já se vive em um mundo em que a tecnologia substituiu humanos em seus trabalhos, ainda assim, há muito trabalho disponível;
  •   O aumento da substituição de mão de obra humana por tecnologia não é sinônimo de desemprego, pois em 2018 o desemprego global caiu para 5,2%, o menor nível em 38 anos;
  •     A tendência é que a tecnologia avance cada vez mais, e será preciso atuar na base da educação para garantir profissionais qualificados.

        Dentro dessa perspectiva, a Gaia acredita que atuar na educação básica é indispensável. Dessa forma, propõe-se a levar o ensino de robótica, programação e ciências, em conjunto com a sustentabilidade, para que as crianças e os jovens vejam a tecnologia como aliada e não como algo distante e inacessível.

Mais informações:

Futuro do trabalho: https://www.kornferry.com/pt/challenges/future-of-work
We need a global reskilling revolution – here’s why (em inglês): https://www.weforum.org/agenda/2020/01/reskilling-revolution-jobs-future-skills/
What the next 20 years will mean for jobs – and how to prepare (em inglês): https://www.weforum.org/agenda/2019/01/jobs-of-next-20-years-how-to-prepare/
Motoristas, entregadores e outros dados da Uber: https://www.uber.com/pt-BR/newsroom/fatos-e-dados-sobre-uber/
A quarta Revolução Industrial e o futuro do trabalho: https://m.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/artigosPessoas/futuro-dos-trabalhos-voce-sabe-qual-e,900553c03a730610VgnVCM1000004c00210aRCRD
Boston Dynamics (em inglês): https://www.bostondynamics.com/robots
Vídeo sobre a composição de uma música por I.A.: https://www.youtube.com/watch?v=Jm46nMeRLqw
Inteligência Artificial da IBM cria trailer para filme: https://canaltech.com.br/cinema/inteligencia-artifical-da-ibm-cria-trailer-para-filme-de-terror-assista-78679/
Inteligência Artificial cria roteiro de curta-metragem: https://canaltech.com.br/cinema/inteligencia-artificial-faz-o-roteiro-de-sunspring-e-trapaceia-em-festival-69533/

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *